terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Confesso que estou embriagada.


O que foi que eu bebi?
Bebi uma cachaça de sinceridade
Uma cachaça de loucura
Uma cachaça de falta de vergonha na cara
Uma cachaça de romance
Uma cachaça de poesia

E no fim, fiquei embriagada de amor.

Um comentário:

  1. Embebedar-se de amor é sempre bom quando não se tem medo da ressaca .

    ResponderExcluir